sábado, 16 de agosto de 2014

Quer pontos corridos? Então toma!

Continuo a ver, aqui e ali, a defesa irracional e repleta de falácias do modelo de campeonato brasileiro de pontos corridos no futebol.

“Ah, mas funciona na Europa nos melhores campeonatos do mundo, então deve funcionar aqui”.

É mesmo?

Então vamos fazer mais algumas pequenas reformas no futebol brasileiro pra que o modelo seja plenamente adotado. Coisa boba, que segue:

-Campeonato nacional começando em fevereiro e acabando em novembro.

-Extinção total dos campeonatos estaduais.

-Extinção das federações estaduais de futebol e criação de uma federação brasileira, responsável por cuidar apenas da seleção nacional.

-Criação de uma liga de clubes, responsável por organizar competições nacionais, negociar contratos de patrocínio e televisão e fomentar a formação de atletas.

-Copa do Brasil ocorrendo em paralelo com o campeonato brasileiro, com a final sendo disputada na semana da última rodada.

-Taça Libertadores da América e Sulamericana sendo disputadas paralelamente de fevereiro a novembro, com jogos terças e quartas da Libertadores e nas quintas feiras da Sulamericana.


Esses são os elementos BÁSICOS que devem ser alterados no futebol daqui para que o campeonato de pontos corridos seja meramente parecido com os disputados na Europa.

Vai acontecer? Não.

Então não faz sentido ter pontos corridos no Brasil.

Ps. Não acho que a adequação do calendário seja um elemento fundamental na reforma do futebol brasileiro – ainda mais em se tratando de hemisférios diferentes e estações opostas ao longo do ano.







2 comentários :

  1. Você acredita que os 8 melhores deveriam ir pro mata-mata?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez 8, talvez 4. Propostas de sistemas não faltam.

      Excluir